Buscar
  • Líderes

Nesta semana, associados do Líderes receberam Adriano Gianturco

Considerado uma das maiores autoridades do país em se tratando de Ciência Política, o palestrante trouxe uma discussão com o tema “Instituições Extrativistas: porque o Brasil é como é e como mudar”


Você sabe de onde veio o termo “instituição”? Como surgiu? Qual a relação do indivíduo com ela e todos os seus tipos? Essas e outras questões fizeram parte do evento da última segunda-feira do Líderes, dia 22 de março, em formato exclusivamente online.


Adriano Gianturco é PhD em Ciência Política pela Universidade de Gênova, Mestre em Relações Internacionais pela Universidade de Torino e coordenador do curso de Relações Internacionais do IBMEC (Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais) de Minas Gerais.


Com essa bagagem de conhecimento e experiências, Gianturco trouxe a visão de que a corrupção dos indivíduos não deve ser apontado como a causa dos problemas, mas uma consequência de instituições as quais centralizam o poder e limitam a liberdade individual. Victor Griffo Sezino, Associado II e líder do evento, completou: “(...) diria, desde o seu descobrimento e até hoje, que somos um país extrativista. Em termos de recursos materiais, monetário, tributário ou mesmo de nossa liberdade. Um estado gigante onde ao falarmos de instituições, me parece que pior que a realidade, só a perspectiva.”


Os próximos eventos do Líderes também estarão em formato exclusivamente online até que os híbridos sejam permitidos novamente.




21 visualizações0 comentário