• Líderes

Júri Simulado - Em prol de mais segurança, é desejável que o Estado controle microdados dos cidadãos

Ontem, 16 de março, aconteceu o primeiro Júri Simulado do Líderes com o tema: “Em prol de mais segurança, é desejável que o Estado controle microdados dos cidadãos? ”. O líder do evento foi o Associado III, Felipe Fernandes, que também realizou a mediação do debate.

Para a exposição e discussão do conteúdo, a apresentação foi feita por dois grupos opostos. O grupo A era composto pelos associados Juliana Bravo, Luis Bissoli e Nelson Duarte, que defenderam que é sim desejável que o Estado controle microdados em prol de mais segurança. Já o grupo B, composto pelos associados Jéssica Prata, Pedro Henrique Zordan e Rodrigo Bachour, defenderam o oposto, que não é desejável que o Estado controle esses microdados.

Vale ressaltar que as premissas de cada grupo não exprimem a opinião pessoal dos participantes, para que assim os dois extremos pudessem ser explorados gerando maior aprofundamento no conteúdo e engajando um debate mais rico.

O líder do evento trouxe em seu briefing um pouco do que foi o evento: “É inegável que há um certo tempo nossos microdados vêm sendo utilizados pelo Estado. É também inegável que precisamos refletir, enquanto sociedade civil, sobre até que ponto a existência de um controle sobre isso é ou não desejável, principalmente partindo do pressuposto que o Estado existe. E se existisse um sistema de segurança que fosse virtualmente livre de falhas, você toparia viver assim? (...) É um dilema entre segurança e liberdade.”

Assim, pode-se perceber que o tema do júri propiciou um grande debate acerca do tema. Os apresentadores estavam bem preparados e as discussões geraram muitos questionamentos aos ouvintes, tanto que a disputa para escolha do grupo vencedor foi bastante acirrada. O grupo B (grupo contra) foi o vencedor com 57% dos votos.

E para você, é desejável que o Estado controle microdados dos cidadãos em prol de mais segurança?


16 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo